sexta-feira, agosto 05, 2005

Gostava...


. Posted by Picasa

Gostava de saber como estás… O que fazes por aí…
Gostava até de saber como são as janelas desse lugar!

Quando tenho saudades tuas solto em mim a fantasia, invento asas e entrego-me aos braços do vento… morno, que me leva ao sabor do acaso. Sobrevoo mares e ilhas, vales e montanhas, rios, desertos e savanas.
Quando o cansaço me vence, sento-me num qualquer ponto do universo, fecho os olhos e nos meus braços estendidos espero sentir um abraço teu.

Nessas alturas sei q me bastaria o reflexo de um sorriso teu, ainda q não o alcançasse…
Bastar-me-ia um qualquer sinal de vida… qualquer q fosse a forma…
Um vestígio de ti bastaria…

Mas é o silêncio e a ausência q me dão as mãos… é o vazio que me encontra e me abraça… é o avesso do tempo que vem ao meu encontro…

Resta-me inverter o olhar e entrar em mim… descer os degraus da vida e desembrulhar as recordações que me levam ao teu colo e ao tempo das tuas mãos e dos sorrisos nos teus lábios. Aí, sim, encontro o eco da tua voz, forte e doce. Devolvo-te um sorriso… o mesmo q n tive tempo de te dar antes de partires, e deixo-me ficar assim, como quem espera q o tempo pare um pouco e me deixe sentir-te por algum tempo em mim…

Fechar a gaveta das recordações que guardo na alma, é sempre um momento de dor … só uma lágrima perdida ao longo do meu rosto a sabem fechar…
Mas não fiques triste, não é uma lágrima apenas de água e sal… é também de saudade e de amor!

Gostava tanto, pai, de saber como se existe para além da partida…
Gostava tanto de saber que, um dia, me poderei sentar num qualquer ponto do universo, a descansar, contigo ao meu lado, com a cabeça encostada no teu ombro…
Gostava de saber ler os sinais do tempo!

Vou agora recolher as minhas asas… aproveito o vento para te soprar um beijo…
Gostava q chegasse a ti!


Cris (Conversas contigo…depois!)

19 comentários:

AS disse...

Por um breve momento vi uma estrela que cintilou mais forte!... Era o teu beijo...

Um abraço

Fernando B. disse...

O teu Pai está a sorrir-te, ali, em qualquer lugar.

Texto maravilhoso, sentido, que qualquer um de nós gostaria de escrever.

Fraternos Beijos,

lazuli disse...

Um beijo, Cris..pela beleza do texto que reflecte a tua própria beleza. Fernanda G.

Doces Momentos disse...

Li este poema lindo e dos meus olhos deslizou uma lágrima.
Um beijo muito doce como tu

TMara disse...

a partida dos k ammaos, para o outro lado, deixa-nos smp muita dor. Se aliviares a dor és capaz de sentir a ressonância da sua alma e o calor da sua presença.Fica bem, com carinho.

Leonoretta disse...

embrenhei-me no teu texto logo no final da primeira linha e depois foi voar nele até ao fim.
escreves muito bem.
beijinho da leonor

Ana disse...

É mesmo assim como dizes... também eu gostava de saber como ele está, de ver apenas um reflexo de um sorriso, de sentir um vestígio por pequeno que fosse.
E a saudade sempre presente, as recordações que essas não morrem.
Entendo-te tão bem, amiga , e soubeste dizê-lo tão bem.
Um beijo.

Reporter disse...

Um dia, Cris, mais cedo ou mais tarde, esse teu desejo cumprir-se-á.
Mas não tenhas pressa. Tudo tem o seu tempo...
Bj.

lualil disse...

Este beijo não demora e já toca a face de quem entre nunvens te olha com um doce sorriso!
muito bonito.. muito!
beijinhus

Heavenlight disse...

Visitei hoje o teu blog pela primeira vez e adorei os teus textos. Revelam alma, sensibilidade e estão muito bem escritos.
Este texto em particular diz-me muito, pois também eu procuro um sinal de duas estrelas pequeninas que voaram logo após terem descido ao mundo, e das quais quase não tive tempo para me despedir, apresentar, dizer o quanto as amava.
Parabéns pela tua escrita!

Seila disse...

lindo, Cris! Obrigada por tudo!

romero disse...

Gracias por tus palabras :)ya te tengo álla.
Besito

Jaime disse...

Muito bonito, Cris...
Um beijinho forte.

Å®t_Øf_£övë disse...

Cris,
Passei para te ler, e cada vez fico mais maravilhado com a forma como consegues passar para palavras os teus sentimentos.
Por isso decidi linkar-te lá no meu cantinho para me ficares de mais fácil acesso.
Isto, claro se tu não te importares.
Bjs.

vulnerable disse...

Ele guiar-te-á ao longo da tua vida... de certeza como em criança...

Beijo terno

bluelazuli disse...

voltei porque é um gosto entrar aqui, um beijo..e boas férias!

Anónimo disse...

Passando em visita pra navegar nesse mar calmo e sereno e deixar o meu fraterno abraço. Desejando sucesso e muita Luz nessa caminhada literária. abraços fraternais Suavealento

sxna3recx15wkrn disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Andorinha disse...

Olá Cris,
Nem sei que te dizer...a beleza do teu texto e o sentimento que me invadiu é indiscritível.Certamente o teu Pai ter-nos-à ouvido a todos le-lo em voz alta e a estrela lá no alto brilhou mais forte que a lua!
Um enorme beijinho desta desconhecida!