quarta-feira, dezembro 24, 2008

Nesta manhã em que quero o Natal...





Acorda comigo nesta manhã em que quero o Natal
Ajuda-me a espreguiçar e a sentir os primeiros raios de sol
Sorri para mim no mesmo sorriso que te dou e que é igual
A todos os sorrisos que tomam o olhar por farol
E se misturam nas ternuras e carícias do amanhecer...


Vamos estender os nossos corpos para além da cama
Pisar o chão macio num contorno do que está para além de nós.
Podemos ser as luzes cintilantes da árvore, símbolo de quem ama
E darmo-nos os presentes divinos que ecoam para além da voz
E nos fazem, de vida e de amor, estremecer...


Abandona-te comigo num abraço para além do espaço e do tempo
Um abraço para esquecer murmúrios e lamentos
Daqueles em que os braços são só pele e mãos e desejo
E o coração num instante abarque o mundo
Para nos darmos de presente o presente mais profundo:
Um acordar pleno de nós... cobertos de beijos!

Cris (Tranparências)


10 comentários:

Amaral disse...

Podemos ser as luzes cintilantes na manhã de todos os natais.
Aquela manhã onde os sorrisos transformem os adultos em crianças e onde o esquecimento que oferecemos aos que sofrem se apague definitivamente, dando lugar ao ressurgimento de algo mais luminoso e menos confrangedor...

mfc disse...

... porque a vida vale sempre a pena ser vivida.

Que tenhas um grande grande 2009.
Toma daqui um Xi apertado.

f@ disse...

FELIZ ANO NOVO…
Beijinho infinito das nuvens

batista disse...

hoje, passo tão somente para desejar-te tudo de bom.

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nilson Barcelli disse...

Belo poema cara amiga, gostei imenso.
Espero que o teu Natal tenha sido bom.
Desejo-te um excelente 2009.
Um abraço e um beijo.

Sparrow disse...

Hi! ^_^

batista disse...

belíssimo poema, Amiga!

que o Ano Novo seja bom pra ti, ao lado daqueles a quem amas.

deixo um abraço fraterno.

tinta disse...

quem és tu?

Cris disse...

Devo a todos um imenso pedido de desculpas por este silêncio de quase três meses.
Não abandonei este espaço nem me esqueci de vocês... só n tenho tido tempo!

Deixo agora um beijo do tamanho da lua para todos... e um sorriso!