sexta-feira, abril 16, 2010

Sou hoje um beijo teu

Foto: Cristina Fidalgo


apetece-me desenhar o teu rosto
nos veios leves do tempo
.
sorris...
.
desamarro-te o sorriso
nos movimentos soltos do vento
.
suspiras...
.
e das minhas aguarelas
esvai-se esse suspiro num lamento
.
sonhas...
.
pinto as asas do teu sonho
em tons de transparente e branco
.
diluo-me...
.
em cores de fogo e de desejo
e colo-me aos teus lábios que desenho
.
e
assim
viverei eternamente num beijo teu

Cris (Do Silêncio e da Pele)

8 comentários:

Anónimo disse...

Belissimo, como sempre! Já tinha Saudades da sua mestria a utilizar palavras, conjugando-as de forma que sempre me tocam a Alma. Obrigada Cris, e não fique tanto tempo longe de nós.
Um beijinho, Catarina

IMAGINÁRIO disse...

Linda e inconfundível a tua poesia.

JFS disse...

uma linda forma de eternizar algo sagrado, maravilhoso.

Ana disse...

Olá minha doce amiguinha!

Este fantástico poema ainda não tinha lido, está uma delícia!!!

Um grande beijinho repleto de carinho,
Ana Paula

batista disse...

banho-me nos teus versos, Amiga... e retorno, revigorado, quase sem me dar conta desse mar, que à despeito de tão grande, cabe numa lágrima sentida.

deixo um beijo fraterno e saudoso.

Conceicaoroseiro@gmail.com disse...

Excelente! Fantastico!
Magnifico! Parabéns!
<3 <3 <3
CR

Mc Roseiro disse...

De Excelência! Muito belo! Magnifico! parabéns!

CR

Conceicaoroseiro@gmail.com disse...





Excelente! Parabéns!
CR