domingo, junho 26, 2005

Ecos de um dia ao lado de um rio...


Foto de Ana Rita L�cio em Olhares.com Posted by Hello



Há suspiros no leve espreguiçar das tuas ondas
e beijos-luz nos lábios do sol deitado em ti

Há no teu peito gargantilhas de conchas
tesouros que o mar deposita no teu leito
quando em abraços-maré te adentra
e no amor que faz contigo te deleita

Há no teu corpo líquido um brilho de sereia
canto-sorriso de lua encantada
quando no adormecer das tardes
acolhes no teu ventre o casario que se incendeia

E quando no renascer dos dias
te enfeitas do branco das velas já gastas pelos tempos
é ao vento que sorris e às gentes que relembras
a vertente de uma História recheada de momentos
em que foste mulher-estrada ou homem-leme

Hoje és talvez quase só beleza e ponto de encontro
mas manténs na pureza do teu brilho o encantamento
e a magia de quem tem no seu regaço o reflexo
e a vida de duas margens...


Cris ( Ecos...)

28 comentários:

circe disse...

Cris,

A operação foi a laser? É que eu também fiz há uns anos, mas só era cegueta do olho esquerdo (18 dioptrias) e embora coisa de 4 minutos, o difícil foi a adaptação gradual e lenta de o cérebro equilibrar a visão , visto que estava direccionada só para o direito.
Bem vinda, lindo poema e música,
já passo por este cantinho acolhedor há muito tempo. ;)
Desejo-te uma boa recuperação ;)

Um Olhar Sobre... disse...

Olá Cris,

Este poema como sempre é lindo.
Foi um prazer enorme ter-te conhecido, aquelas horas de convívio jamais serão esquecidas.
Dá um beijo grande à "Doçura" e um outro gordo para ti
Lina

amita disse...

Belíssimo poema,Cris, e assim imortalizas um olhar sobre a cidade num almoço inesquecível, Bjinhos e uma boa semana

AS disse...

Um encontro que te inspirou para um lindo poema!... Gostei de conhecer-te...

Um beijo

Ana disse...

Que bom voltar a ouvir os teus ecos. Que já estejas completamente recuperada. Não consigo comentar no Sementes.
Beijinhos com saudades.

Carlos a.a. disse...

Foi um prazer conhecer-te e, agora, o teu blogue.
Quanto ao poema, pois, agradeço o "corpo líquido" (a mim vai-me parecendo cada vez mais sólido) mas, francamente, apesar de tudo ainda não cabe no meu ventre aquele casario todo a arder!!!

Beijinho

ponto azul disse...

Foi pena termos falado pouco...mas gostei de te ver!Bjs :-)

lobices disse...

...foi bom o abraço
...um beijinho

bertus disse...

...espero que já esteja tudo bem contigo, sinceramente.
...E folgo por te ler novamente... cá desta margem.

Beijinhos!

Menina_marota disse...

Lindo o teu poema, de um ponto de encontro, que foi de abraços e grandes sorrisos!

Foi um gosto conhecer-te. Não deu para falarmos muito, fica para o próximo... está prometido!

Um abraço terno :)

Nilson Barcelli disse...

Lindo o teu poema.
Li e reli. Muito bom.
Beijinhos.

vulnerable disse...

Gostei muito de conhecer este novo cantinho para mim...

Beijo GRANDE

Amaral disse...

Um dia ao lado de um rio proporciona momentos de êxtase derramados em versos coloridos do azul das águas. No regaço das duas margens é possível acontecer…

Cris disse...

Olá circe,

Sim, foi a laser. Correu tudo bem e óculitos são coisa do passado. eheheheh agora vejo tudo a léguas!
Mas a recuperação foi um bocadinho mais morosa do q eu pensava!

Obrigada por todas as tuas palavras e carinho.

Um beijinho

Cris disse...

Um olhar sobre,

O teu beijo à Doçura será entregue e tu sabes como tb eu adorei conhecer-te! Foi um dia extraordinário e só tive pena q tivesse passado tão depressa!

Está muito difícil actualizar todas as visitas e comentários pq estive mt tempo parada, mas aos pouquinhos eu chego lá... nem q tenha q recorrer a um geladito de limão ou a uma laranjita anã para recuperar o fôlego... ehehhehehehe

Beijinho gordo de doce

Cris disse...

Amita,
Eu sou uma apaixonada por rios... este almoço n podia ter melhor local para q o relembre sempre com um sorriso nos lábios. Adorei-vos a todas/os!

Um beijinho enorme

Cris disse...

Frog,

E eu a ti, meu amigo! Acho q este convívio nos inspirou a todos. Foi bom, muito bom mesmo!

Conhecer os sorrisos q estão por detrás destas páginas q aqui lemos dá a este "mundo" uma dimensão muito mais humana e ajuda-nos a perceber q a máquina é simples intermediária...

Um beijinho tão grande

Cris disse...

ana,

Que saudades, amiga. Quando é q apareces por cá de novo?

Eu já estou praticamente recuperada... agora é só fazer um tratamento à base de gotas e usar uns óculitos de sol durante algum tempo... e estou pronta para outra!

Beijinho

Cris disse...

Carlos A. A.

Ahahahhahahahahahaah... tu és um rio de surpresas... agora é q eu percebi o pq daquele sacrifício branco e pequenino... tu acreditas q os ácidos fazem emagrecer e socorreste-te do pobre do limão para evitar o incendiar do ventre...

Gosto de te ter por aqui!
Beijinho grande

Cris disse...

ponto azul,

nestas coisas há sempre pessoas com quem acabamos por falar mais q outras, mas tb eu gostei muito de te conhecer e acredito q teremos, concerteza, outras oportunidades em q nos conheceremos melhor!

Um beijinho

Cris disse...

lobices,

...foi!
... Por isso vamos repeti-lo, n vamos?

Um beijo muito grande

Cris disse...

bertus,

Já estou boa, meu amigo. E assim sendo acabou-se o sossego por estas bandas :)

Vamos a isto q os dedos n se querem inertes.

É bom saber q mesmo depois de tanto tempo parada, os amigos n esqueceram este canto!

Um beijinho grande para ti!

Cris disse...

Menina-Marota,

Não deu para falarmos mt mas deu para perceber q és um doce! Gostei mt de te conhecer e daqui a uns dias vamos falar mt mais!

Beijinho doce

Cris disse...

Nilson,

Obrigada pela tua presença sempre tão carinhosa!

Um beijinho

Cris disse...

Vulnerable,

Vejo q encontraste os meus dois cantos ao mesmo tempo. Um obrigada mt grande pelas tuas palavras e pela tua presença.

Volta sempre!

Beijinho

Cris disse...

Amaral,

Já tenho saudades de te ler... e é mt bom rever-te por aqui!

Irei visitar-te logo, logo!

Um beijinho grande

Anónimo disse...

linda imagem!!!

Gilberto ( Rio de Janeiro ) disse...

De repente abri teu blog, Cris, e para surpresa minha lá estavam poesias e imagens que me tocaram e inspiraram profundamente . . . arte digna de deuses.

É importante e maravilhoso que possamos subitamente esbarrarmos com tais surpresas que revitalizam nossos espíritos de beleza e poesia, que sem as quais a vida talvez não valesse à pena.

Parabéns pela tua sensibilidade divina e por inspirares a quem te navegue.

Um Grande Abraço e Profunda Gratidão pelo que me causou, Gil.