quarta-feira, junho 29, 2005

manda embora a solidão...


Fotografia de Jos� Lopes Posted by Hello

Demorada a noite
aperta-me nos seus braços
e fala-me baixinho
de espaços
onde os sonhos se elevam aos sentidos
e
unidos
somos pedaços
e momentos
perfeitos...
.
Terna a noite
segreda-me os corpos suados
colados
em beijos perdidos
e
no bailar dos gemidos
relembra-me as mãos
soltas
livres
como pormenores inconscientes
da ausência de privação...
.
Incendeio...
transbordo de ti...
Sente-me!
.
Cris (Páginas para te sonhar!...)

18 comentários:

vulnerable disse...

Obrigada cris, pela tua visita ao meu cantinho. Volta sempre que desejares.

Salta Pocinhas disse...

E tudo o que eu queria era que a noite não tivesse fim, para poder continuar a sonhar, olhando a lua, pura e nua, embalada nas doces recordações de sorrisos passados...
Beijinhos
É bom ter-te de volta!

bertus disse...

...prontos! Já estás em forma...que este poema não engana ninguém. Ainda bem que é assim porque é bom ter na blogsfera gente cpmo tu a escrever tão bem.

Beijos.

AS disse...

A Noite, os seus mistérios, o seu fascínio... Que lindo poema Cris!...

Um beijo

breeze disse...

Quero-te falar de um segredo que o vento me contou!

amita disse...

Belíssimo poema Cris. A noite é sedução num canto do poeta. Bjinhos

isa xana disse...

gostei tanto:)

solidão.. às vezes até tentamos mandá-la embora, mas a danada é teimosa=p

beijito

Paulinho Patriota disse...

Cris:

muito prazer colega de blogosfera!

Só o termo incendiar usado por ti numa conotação poemática já valeu minha visita,da qual saí resplendente.

Muito bom gosto seu,e imagens finas estampas da escolha.

Um beijo no coração.

(Vou te linkar.)

Cris disse...

Vulnerable,
Voltarei sim... entretanto deixo-te aqui um beijinho

Cris disse...

salta pocinhas,
todas as noites duram o tempo do espaço q lhes dermos no cantinho das nossas recordações... :)

Um beijinho para ti e outro para a tua lua linda

Cris disse...

Bertus,
Sabe tão bem quando nos recebem de volta com palavras assim... Obrigada!

Um beijo... e intés

Cris disse...

frog,
e se alguém entende a magia das palavras, és tu!...

Beijinho grande

Cris disse...

breeze...
Fui ouvir do vento os segredos... e por lá semeei um sorriso do tamanho da lua!

Beijinho doce

Cris disse...

amita,

a noite segreda melodias encantadas e renasce nas mãos da poesia, transformando os corações em poetas...

beijinho grande

Cris disse...

isa-xana,

Antes de mais espero q os teus exames tenham corrido mt bem!

A solidão às vezes ensina-nos a conhecer as cores do arco-íris no orvalho dos olhares tristes... e aí descobrimos q até na tristeza existe beleza!...

Beijinho grande

Cris disse...

paulinho patriota,

Pois então muito prazer, caro colega :)

O meu coração registou esse beijinho e retribuiu com um sorriso
:)

Sê bem-vindo!

Ana Luísa disse...

Olá Cris, obrigado pela visita ao meu blog. Respondi-te num comentário a seguir ao teu.
Estou a gostar mto do teu blog.
A foto é linda e o poema é lindíssimo :)
Bjs e até breve.

Anónimo disse...

OLá!!! Simplesmente pela diferença. qualidade e imaginação, achei um Màximo... Congratulo-te pela maneira simples que captas este e o outro lado... Não sou ninguem, sou alguém... sou uma mulher, como tantas outras, feminina em busca de um não sei quê... Sou a Maria da Lua