domingo, março 16, 2008

No entrelaçar das almas...

Fot. de Cristina Fidalgo





vem cá...
dancemos encostados
numa mistura de cheiros doces
apetece-me o cheiro da tua pele

não sei se danço se voo...

sinto os movimentos lentos do teu corpo
e os teus braços num apertar suave

enrosco-me no teu abraço

mandei-te o recado das saudades
porque me fazias falta

sinto a proximidade dos teus lábios
e descanso a cabeça no teu ombro
enquanto a música me escorre pela pele

e beijo-te as pálpebras na ternura das palavras
que não digo
mas que adivinhas

depois deslizo e aninho-me no teu pescoço
na espera do falar das pontas dos teus dedos
que me dizem que me sentes... e eu sinto-te...

sabes-me a mel
e a cerejas trincadas na ponta dos nossos lábios
colados...
sinto-lhes o sabor
sinto a frescura do suco do voo da tua alma em mim
no sorriso que me vem de ti

e o ar em meu redor passa a ser a tua pele
e a luz que me chega do candeeiro o teu odor
e a saliva que revolvo sem destino
o poema onde te chamo amor...

e caminho na tua pele
no vagar de quem sente a saliva no escorrer dos lábios
que te amam as palavras e os beijos
e inspiro
como se o som das palavras que não dizes fossem o meu respirar

respira-me também
por momentos
e ouvir-me-ás chamar-te amor
e cada momento de silêncio
é o toque mais doce que alguma vez senti...

e é magia ...
porque sou em ti e estou contigo...
porque em ti tenho espaço e chão
e sinto no coração o correr de um rio sem sobressaltos e sem marés
porque te amo numa paz que me semeia na alma o sorrir que te quero dar...
porque somos um poema a dois
num ritmo cadenciado e num respirar de sílabas
que se cruzam numa rima branca que nos leva à melodia
e nos deixa dançar livremente...

dá-me esse beijo!

e a distância desapareceu
porque não tinha mais espaço entre nós...
e mergulho em ti em cada uma das gotas que bebes de mim...
dissolvo-me na essência que te percorre o corpo
e na cadência do nascer das estrelas
nesta madrugada em que conseguimos o entrelaçar das almas

e não quero voltar a ser só!


Cris (Sem Distância)

12 comentários:

Amaral disse...

Momento mágico, este!!!
Porque me fizeste subir num voo de cores vivas, de cantares angélicos, de sabores, de odores, de sentires - dar-te-ia esse beijo, se eu fosse o deus desses poderes!
Vou beber o mel destes versos e ouvir-te cantar, palavras e beijos, em cada momento de silêncio, num respirar de sílabas, em cada uma das gotas que bebes... no entrelaçar das almas!...
A lua sorriu de novo!
Que bom!!!

Alpha Aurigae disse...

Estive cá e achei Lindo!!!
Parabéns :)
Augusta / Alpha Aurigae

Ni disse...

Sem palavras. Arrepiei-me toda até ao Coração!

Está lindo, maravilhoso, encantador e cumplice!!

Adorei!

Beijinho doce***

Ana disse...

Que bom teres voltado neste entrelaçar de almas.
A escrita continua a ser de luz.

Uma boa Páscoa, Cristina.

sonhos sonhados disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

palmas palmas muitas palmas , palavras para que lindo fiquei sem que dizer ,lindo hino ao amor es tao linda como pessoa , continua sempre que possas a nos contemplar com o teu amor e poesia que tens para nos dar ,me encantas com sa tuas palavras meu beijinho muito terno e carinhoso do amigo luis .lindo lindo , obrigada.

sonhos sonhados disse...

kerida

...mais um momento delicioso!

jinhux létinha

Um Momento disse...

Lindo , lindo , lindo!!!!

Sorrio-te imenso!!!

(*)

☆Fanny☆ disse...

Julgo que foi a primeira que por aqui passei e, tenho de confessar que estou encantada. Não sei se dancei, se voei nas tuas palavras, sei que me envolvi de tal forma, que parecia estar a viver o bailado das tuas letras e dos teus sentidos. Momento mágico, um momento em que a Lua certamente também sorriu.

Aliás, foi o nome do teu blog tão sugestivo que me trouxe até aqui.
Voltarei sempre.

Um abraço de estrelinhas sorridentes como a tua Lua*

Fanny

Anónimo disse...

nuito bem escrito os meus parabens

simao

Espada disse...

Uma maravilhosa descrição sobre o amor entre duas pessoas e sobre a distance que separa duas almas...

Cris disse...

Meus amigos,
beijo e um obrigada imenso a todos...
perdoem-me se n respondo a cada um pessoalmente, como tanto gosto de fazer, mas o tempo n mo tem permitido.
Mas deixo a cada um de vocês um sorriso do tamanho do mundo e a certeza de q continuo apaixonada pelas palavras e as voltarei a abraçar com frequencia assim que tiver um pouco mais de tempo.

beijinhos