quinta-feira, fevereiro 10, 2005

Se eu soubesse...

Olho vagamente em meu redor enquanto sinto a chuva escorregar distraidamente ao longo dos meus braços... Sempre me deliciei com a frescura das gotas soltas e desordenadas na minha pele... fazem-me lembrar as pontas dos teus dedos!Sinto os meus olhos em busca do espectro solar na sua forma mais colorida como se procurasse a tela que gostaria de saber pintar. Desejo cada cor no filtro do meus olhos como se assim pudesse reter a beleza do mundo, eternamente... em cada pedaço de arco-íris está um sonho meu – até no preto mora a noite escura em que gostaria de te abraçar. Sim... é lá, no preto, que está esse sonho, porque um abraço que nasce com sabor a saudade deixará por certo uma lágrima solta... e não quero que me vejas chorar!...
Mas os meus sonhos moram em todas as cores... e no branco moram as asas em que voo sem rumo para além de mim e de ti, sobrevoando um espaço que invento e no qual te amo sem obedecer a horizontes ou fronteiras...
Já não chove mas a minha pele cheira a madrugada nas gotas de chuva que permaneceram esteticamente em forma de orvalho... parecem pequenos cristais malabaristas nas pontas dos pelos dos meus braços... Não tenho frio porque sei o calor dos teus lábios e sinto-os no desejo de beber a água da chuva que escorre da minha pele... não, não tenho frio!
Se soubesse pintar... pintaria os meus sonhos nas cores do arco-íris, com as pontas dos meus dedos!
Cris (Sussurros fora do tempo)

14 comentários:

bertus disse...

...voltamos á cena da pintura...Ó mulher, tira-te dos teus cuidados, desata os cordões á bolsa, que o que não falta para aí, são pessoas a pintar e a ensinar a pintar...e já agora um conselho: depila os pelos dos braços que isso dá mau aspecto!
Beijos e intés!!

Alexandre Sousa disse...

Pasei por aqui

Cerejinha disse...

Descobri esta restia de luar agora mesmo.
Vou transformá-la numa lua cheia de leituras assíduas.
:-)

Alexandre Sousa disse...

voltei apenas para trazer o S que faltou

Anónimo disse...

Se soubesses pintar? Dizem que uma imagem vale por mil palavras, não é? Pode ser que sim, mas eu consigo ver mil imagens lindas num único texto teu. beijinhos :))
Cinda

heloisa disse...

O Seu *TEXTO*, e' por si mesmo, ja' uma *deslumbrante Pintura*, onde a "paleta escolhida" se derramou pelo *ARCO-IRIS*!!!!!!
Estou vindo AQUI, atraves do BLOG da *ANA*!_ Ainda bem, que "uma onda" AQUI me trouxe_!!!..............

_VOLTAREI: com o "vaivem" das mesmas!

_MUITO BONITO!
_IREI LENDO AOS POUCOS!

SAUDACOES CORDIAIS!
Heloisa B.P.
*******************

Anónimo disse...

Voltei para te desejar um óptimo fim de semana. beijinhos :)
Cinda

Cris disse...

Ena... que estes comentários colapsados dão jeito...

bertus:Pois eu sei q pintores existem para aí aos pacotes, mas já pensaste se agora as galinhas deixassem de pôr ovos só pq as outras todas tb põem? ... Deixavas de comer omeletes... Ahhh, pois era!
E qt aos meus pelinhos dos braços, n vou seguir o teu conselho. Não vou não que eu gosto mt deles... e hás-de experimentar tu uma cerinha quente nos bracitos... julgas q n doi? Era o q mais faltava!

Beijinho

Cris disse...

Eu sei q tu passas sempre por aqui, Alexandre,mesmo quando n me dizes nada...
Beijo

Cris disse...

cerejinha:Bom ter-te por aqui... e adoro cerejas, sabias?
Volta sempre porque este lugar n é meu, mas sim de todos qtos gostarem dele!
Um bom fim de semana tb para ti!
Um beijo

Cris disse...

Obrigada, Cinda, são palavras assim que me fazem pintar mais e mais...
Beijinho e bom fim de semana.

Cris disse...

Olá heloísa,
Vem sempre q queiras... gosto de te ter por cá. Um beijo grande e obrigada.

Vera Cymbron disse...

Andava eu a ler-te coisas antigas quando me deparei com este post...e suou-me na cabeça uma melodia, a minha preferida. Não seis e conheces, mas tem tanto em comum com esse texto.
Diana Krall - A case of you.
Se tiveres oportunidade ouve, é fantástica. E as tuas palavras aqui foram...fizeram-me suspirar.

Cris disse...

blue,

Oh, I am a lonely painter
I live in a box of paints
I´m frightened by the devil
And I´m drawn to those ones that ain´t afraid
I remember that time you told me
"Love is touching souls"
Well surely you touched mine
´Cause part of you pours out of me
In these lines from time to time

Oh, you´re in my blood like holy wine
You taste so bitter and so sweet
Oh I could drink a case of you
I could drink a case of you, darling
And I´d still be on my feet
I´d still be on my feet


:)... um sorriso para ti!