segunda-feira, maio 30, 2005

Não sei...

flor4.jpg




Cobría-nos um manto de mar e de céu... nas gargantas tremia-nos a vontade de um abraço, socorro de um beijo naufragado pela urgência de lábios.
A paisagem era sol e a estação , a dos aromas das areias a dançar por entre as ervas das dunas ao som da brisa morna de uma manhã morrente...
Não há jardins na beira do mar, mas tu viste-me flor a desabrochar e nas palavras que eu não disse ouviste a minha alma a cantar... Soubeste, então ser sonho e mãos e beijos... Soubeste ser maré e corrente e barco no mar... Soubeste ser da cor do sol poente e eu quiz saber nascer em ti, mulher luar...

Não sei onde acaba, agora, a tua pele e começa o meu corpo... Não sei onde terminam os teus beijos e começam os meus lábios... Não sei onde o teu caule sou eu já a abrir em flor... Sei apenas que gosto de permanecer em ti e que só sei chamar-te de meu amor!


Cris ( Do ventre do mar)

18 comentários:

TMara disse...

Há declarações de amor k nos deixam sem fôlego..Bjs e ;)

imaginario disse...

Um beijo grande para quem tem a arte de fazer incontável beleza.

Salta Pocinhas disse...

É tão bom nascer e morrer todos os dias, voltar a renascer, e viver um amor que por vezes não sabemos descrever, apenas sentir...
Tu consegues descrever esse amor. Nunca percas a tua arte!
Um beijinho meu e da minha Lua pequenita

Eva disse...

:)

Reporter disse...

Que beleza...

[_David_] disse...

Gostei mt deste post!!

David
www.mylifeisamovie2.blogspot.com

AS disse...

Cris, sabes que me emocionas?

Um beijo

Iluvatar disse...

Este texto tá lindo, lindo, lindo, poderia acrescentar, brutal, genial, sentido, humano, vivido... mas quandos e fala de paixão e amor, essas caracteristicas já tão incluidas quer queiramos ou não. Adorei, é sempre bom descobrir estes blogs... parabéns
beijo Pedro

Jaime disse...

Es muy bonito Cris...
Beijinhos

Vera Cymbron disse...

Não sei se é bom ou mau esse não saber onde começa, onde acaba...mas adorei ler-te neste desconhecimento.
Jinhos

lualil disse...

bonito.. muito bonito!
beijos

Mitsou disse...

Nó na garganta. Brilho de lágrimas nos olhos. Mas obrigada, amiga, porque a sensação foi deliciosa. Beijinho muito grande!

Amaral disse...

Também gostaria de escrever assim, de ter a tua musa ao meu lado, de saber soltar a minha alma em palavras de sonho e mel.
Mas não é inveja! É sentir que tens o amor a explodir de amor! Que bom que é!...

Anónimo disse...

Cris, o sorriso
D H M
30 12 15
Igual assim sempre o foi?
Era minguante?

Escreva-me.
frizafarias@gmail.com

Bino disse...

Obrigado por comentares o meu magnífico blog. Aveiro é uma excelente cidade. Beijo.

Heavenlight disse...

Simplesmente lindo!!!

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ametista disse...

Simplesmente maravilho....
deixamo-nos guiar pelas palavras e é como se lá estivesse-mos
lindo
bjs