quinta-feira, setembro 27, 2007

Vou fazer amor contigo como se fosse uma Deusa...

Fot. de Cristina Fidalgo




Vou fazer amor contigo esta noite como se fosse uma deusa q nasceu para te amar...
Vou dançar no teu corpo num bailar de véus e de sentidos até já n haver céu...
Vou levar-te a passear por entre as estrelas num trilho de abraços e de luar
E prolongar os meus braços ao sal da tua pele quando os meus lábios tocarem os teus
E as tuas mãos n souberem mais como ocultar os teus anseios...

E os meus seios vão chamar pela lua e pelos ventos e até pelas ondas do mar
Do ondular da tua língua no epicentro do universo da minha vontade e dos teus desejos...

Vou dançar este amor contigo numa ilha sem nome ao som dos sussurros que os teus lábios não conseguem guardar
E vou ouvi-los em forma de gemidos entrelaçados no som do mar...

E ao arquejar do meu corpo, a cada compasso dessa melodia que vamos cantar...
Saberás que te amo mais q à vida e que dançarei até ao fim...
E de ti soltarás a nascente de fogo e de vida q desaguará em mim...

E, de seguida... estenderás os braços num abraço para q adormeça em ti!
E eu sentirei o beijo com q fechas as cortinas da noite em q fiz amor contigo assim...

Amo-te!

Cris ( Dos meus lábios nasce a noite)

12 comentários:

Catarina disse...

Como é maravilhoso Amar!! Passo sempre por aqui.. Que continue a ter sempre essa Luz, para nos iluminar e embelezar a nossa vida com os seus poemas. Beijinho de quem está a Amar tão Profundamente quanto a Cris.

Anónimo disse...

ola querida amiga ha como e bom amar quem me dera que amasem assim , eu amo , mas o meu amor da minha vida e uma incognita ,es linda continua sempre com esse amor, essa luz que tens na tua vida , beijos com muito carinho . luis sempre amigo.

Amaral disse...

Leio os teus poemas e fico extasiado!
Mais tarde, volto a eles e, num impulso, canto-os e reescrevo-os e partilho-os ainda mais...
Tens um doce toque nos versos que reinventa o amor... como se o amor se desnudasse à tua passagem pelo papel...

Alexandre Sousa disse...

Tou com inveja

Margarida V disse...

que inveja, adoraria escrever assim.

Cris disse...

Catarina,
Muito obrigada pelas suas palavras. Não imagina como me deixam contente!

beijinho

Cris disse...

Luis,
O amor é sempre uma incógnita... se assim n fosse n lhe daríamos o imenso valor q lhe damos :)
O importante é vivê-lo o mais plenamente possível, evitando pesos e medidas...
Eu acredito q ainda vais ser muito feliz!

Um beijinho muito grande

Cris disse...

Amaral,
É aos teus olhos que o amor se desnuda, meu querido amigo... Eu apenas o desenho no papel!
Mas é tão doce a forma como falas do q escrevo que me dá sempre vontade de escrever mais e mais...
Obrigada!

Um beijo

Cris disse...

Alexandre,
Mas tu escreves muito melhor do q eu!...
Sorrio sempre q leio estas frases curtinhas q por aqui me deixas... o q vale é q eu sei ler os silêncios!

para ti, um beijo

Cris disse...

Margarida,

Obrigada, minha amiga, e acredite... basta apenas sentir e deixar correr as palavras!

Beijinho grande

LivrementeOculta disse...

No coração de quem ama as palavras surgem sem ser necessário pensar muito no que se vái dizer..
Gostei..

mitro disse...

E desejamos que esse tempo seja eterno, não é?